Saiba algumas atitudes que não são permitidas no ato de cobrar dívidas
Cobrança, Destaque, Inadimplência

Saiba algumas atitudes que não são permitidas no ato de cobrar dívidas

Deixar de pagar algumas contas por que a renda não chega ao final do mês é algo que acontece na vida de muitas pessoas, ainda mais em épocas de recessão econômica. Alguns órgãos de defesa ao consumidor afirmam que isso ocorre por causa do superendividamento, ocasionado quando o consumidor compra mais do que pode pagar.

Entretanto, quem vende aguarda receber a remuneração pela venda, tendo assim o direito de realizar a cobrança da dívida. Mas alguns cuidados devem ser tomados no ato de cobrar. Quem cobra tem total liberdade de, se quiser, fazer registro da inadimplência do cliente em cadastros como SPC, SCPC e Serasa.

Deve-se atentar, por exemplo, que nenhuma cobrança pode ser feita no ambiente de trabalho, com a ressalva de que a cobrança seja realizada no número de celular particular do inadimplente. Atentar-se também que as ligações não sejam realizadas varias vezes ao dia.

Falar para parentes e/ou vizinhos a cerca da dívida de terceiros também está proibido. As informações são sigilosas e de inteira responsabilidade da empresa contrata para realizar a cobrança.

Horários de descanso, seja fim de semana, feriados e horários noturnos também não podem ser feita cobranças.

A lei que pauta essas medidas esta no artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que explica: “Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça”.

Há aqueles que são responsáveis por realizar cobrança de dívidas que se aproveitam da insciência de alguns cidadãos para proferir inverdades. Entre as inverdades está que o nome do inadimplente ficará “para sempre” nos cadastros de restrições ao crédito. Isto não é verdade, pois no parágrafo 1º do artigo 43 do CDC estabelece o prazo máximo de cinco anos a contar da data de vencimento da dívida e não da inclusão no SPC, SCPC ou Serasa.

É importante o consumidor fique atento aos seus direitos perante uma situação de inadimplência para que constrangimentos, irregularidades e inverdades não  sejam proferidos e consequentemente não ocasione problemas futuros.

Comments

comments